Nossa “Regra e Vida” – (II Capítulo)

Nossa “Regra e Vida” – ( II Capítulo) De como abraçar esta vida. Frei Manoel José (Santa Maria) O segundo capítulo de nossa Regra e Vida trata da promoção vocacional e do acolhimento das vocações em nossa Ordem. Poderíamos abordar esse tema sobre vários aspectos, porém escolhe destacar dois os quais creio serem muito importantes neste momento. Primeiro: este é um momento oportuno para falarmos sobre promoção vocacional; queremos dar um nova ênfase a esse trabalho, primeiro lembrando e animando os confrades do compromisso que temos com o surgimento de novas vocações, depende de nós e principalmente de nosso testemunho de vida; depois a presença do jovem em nosso meio é sempre sinal de esperança, de renovação e de motivação na vocação-missão a qual desenvolvemos no meio do povo. Segundo: o ponto alto deste capítulo é o seguinte texto: “Aquele que, por inspiração do Senhor, vêm até nós, querendo aceitar esta vida...” (art. 4.a). Esse texto é o fio condutor do início ao fim da nossa vida franciscana na Terceira Ordem Regular. Temos que ter, já na formação inicial, para isso o processo formativo deverá conduzir, clareza de que a vocação é um dom de Deus, é ele quem chama, inspira a uma missão. Essa vida ou missão para a qual a pessoa é chamada e deseja seguir é uma vida de penitência-conversão. É um chamamento ao seguimento de Cristo. “Plenamente consciente de que sua vocação provém de Deus, Francisco dela fala em seu Testamento em termos de conversão: Foi assim que o Senhor concedeu a mim, Frei Francisco começar a fzer penitência.” (Matino Conti, p.56). A promoção vocacional acontece junto com o trabalho de evangelização. Foi no meio de suas atividades que Jesus chamou os seus discípulos (Mc 1,16-20; 1,14-15). Assim também deve acontecer em nossa fraternidade, quando estivermos anunciando a palavra de Deus, animando as comunidades, servindo o reino de Deus na penitência-conversão.

Postar Comentário

CAPTCHA security code