Turma do carimbinho: O Burrinho corajoso

Era uma vez um burro chucro. Danado de velho e sofrido. Lá na fazendo do senhor Maltrata da Silva, ele vivia debaixo do chicote. Era serviço que não acabava mais, pois quem estava se acabando era o burrinho. E o burrinho tinha um sonho, ele havia ouvido do pai do pai do pai de seu pai que existiu um homem que chamava a todos a ter uma vida nova. A seguir buscando o reino da felicidade, mas que para isso deveriam deixar tudo, casa, conforto, amigos, e seguir buscando este reino... Um dia o burrinho encheu-se de coragem e resolveu fugir, iria viver feliz no reino dos animais, pq se existia o de gente deveriam existir Tb o reino dos bichos. Pois não demorou muito e depois de um longo dia de serviço e muitas chibatadas no lombo, o pobre do bicho arrumou as trouxas e na sombra da noite fugiu... A mata era escura, o frio era tremendo, mas a coragem do burrinho não o fez desanimar de sua missão... Ele queria pq queria conhecer o reino dos bichos... Nem que para isso , tivesse que viver os seus últimos dias de vida ... E caminhou. Caminhou. Perto de onde o burro estava, morava um cachorro que a vida toda tomou conta da fazendo do senhor Ingrato Oliveiro, mas que agora por estar cego e velho ele vivia sendo desprezado num canto. Até que um dia, ele ouviu uma conversa entre o patrão e o empregado para mandar matá-lo e jogá-lo no pasto do vizinho. O cachorro ficou indignado. A vida toda serviu aquele senhor e agora ele o queria longe... Longe não... Morto. O jeito era fugir, pois ali não tinha mais lugar para ele. Foi nesse meio tempo. Que fugindo de cá e fugindo de lá que ele se encontrou com o burro (criar clima de latidos e) Diante daquela escuridão. Eles ficaram desesperados e cada um quis fugir para mais longe do outro. Com o tempo, eles se entreolharam e foram achegando-se. Até que eles então ficaram juntos... Um contou para o outro a história de sua vida. cada um chorou a ingratidão dos donos e o burro então convidou o cachorro para segui-lo .. Para que pudessem juntos encontrar o reino dos bichos... De repente, ouviram um miado horrível, vindo da moita mais próxima... Eles então foram depressa saber quem era o sofrido que lá estava. Sabem quem saiu da moita? Um gato, magro e despelado. Que tinha um horrível miado... Logo os companheiros queriam saber o pq de tanto desespero... O gato explicou que a vida toda havia servido a Dona Folgada de Alcântara, mas que agora ela havia ganhado um gato novo e o colocado para fora de casa. E ele queria morrer, pois sabia que sem sua dona seria seu fim. Os companheiros o consolaram e disseram que estavam à procura de um lugar onde ninguém iria chorar e onde todos eles seriam valorizados e teriam um lugar para morar. Era preciso ter coragem para abandonar a vida de antes e buscar uma nova vida onde eles fossem mais felizes. E. Lá foram eles. O burro. O cachorro. E o gato... Cansados, morrendo de fome, resolveram parar num sítio onde cantava triste um galo. Perguntaram ao galo pq tamanha tristeza em seu canto, o galo respondeu que era por causa do dono que o obrigava a cantar todas as manhãs até mesmo qdo estava doente. Ele não tinha descanso e vivia rouco de tanto cantar e trabalhar naquele sítio. Os amigos o chamaram a seguir com eles, mas o galo recusou. Disse a eles que lá, no sítio ele trabalhava muito e que tinha em troco disso o conforto de ter uma casa, de ter comida e isso era muito. Os amigos tentaram mostrar que existia uma vida melhor, uma vida pela qual eles estavam dispostos a dar a vida, existia um lugar onde todos seriam reconhecidos e tratados com igualdade. Contudo, o galo ficou irredutível, afinal é muito mais cômodo viver do jeito que está, do que arriscar a buscar uma vida nova. Isso deve dar um trabalhão – pensava ele. Depois dos amigos terem se saciado, continuaram sua caminhada. Pelo caminho conheceram vários animais que tinham uma vida de prisão, ou eram apegados demais ao que tinham, para buscar algo novo... Eles bem que tentavam mudar o pensamento dos animais para que eles pudessem com eles seguir... Mas o comodismo impediu muito deles de buscar um reino diferente. E seguir com eles que acreditavam poder conseguir uma vida de justiça e alegria. E os amigos não se cansavam, nem arrependimento tinha, apesar de uma caminhada árdua, eles se alimentavam da esperança... Foi nesse meio tempo que eles chegaram num lugar lindo. Lindo mesmo... Onde existiam vários outros animais soltos e felizes... Naquele reino diferente, eles foram bem acolhidos. Ali não havia diferenças entre eles, não tinham patrões exploradores e nem trabalho com suor de sangue. Descobriram, então, que finalmente haviam encontrado o reino dos animais e lá tudo era perfeito e todos se sentiam felizes. São crianças, o sacrifício dos bichinhos havia valido a pena, pois arriscaram tanto e conseguiram como Prêmio o reino dos bichos. Assim, somos nós se ouvirmos o chamado de Jesus... Estaremos buscando Tb o nosso reino... Mesmo que seja difícil, porque também não foi fácil para os bichinhos, mas, com certeza ,valerá a pena, pois o reino de Deus é tudo de bom.

Postar Comentário

CAPTCHA security code