6 recomendações da Igreja para viver o Advento

15 dezembro 2020
Categoria
Notícias
Comentários  0
O Advento é um tempo de preparação para receber o Natal, no qual celebramos o nascimento de Jesus Cristo; e para vivê-lo corretamente, o Vaticano elaborou uma série de recomendações.
 
As recomendações que apresentamos a seguir estão no Capítulo IV do Diretório sobre a Piedade Popular e a Liturgia, elaborado pela Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos da santa Sé e publicado em 2002.
 
1. Meditar sobre a fé e humildade de Maria
 
O Vaticano recordou que, durante o Advento, “a Liturgia celebra com frequência e de modo exemplar a Virgem Maria”, especialmente na Solenidade da Imaculada Conceição, celebrada em 8 de dezembro.
 
Por isso, convida a refletir sobre “a atitude de fé e de humildade com que Maria de Nazaré aderiu, total e imediatamente, ao projeto salvífico de Deus”. A Santa Sé recomendou rezar a Novena a Imaculada Conceição, a qual teve início em 29 de novembro.
 
2. Não cair no consumismo
 
A Santa Sé advertiu que, atualmente, os valores do Advento se veem “ameaçados pelo costume de converter a preparação para o Natal em uma ‘operação comercial’ cheia de propostas vazias, procedentes de uma sociedade consumista”.
 
Por isso, recomendaram orar e meditar para não esquecer o sentido do Advento e celebrar o nascimento de Jesus “em um clima de sobriedade e de simplicidade alegre e com uma atitude de solidariedade para com os pobres e marginalizados”.
 
3. Que toda a família monte o presépio de Belém
 
A Santa Sé recomendou que toda a família participe na montagem do presépio, porque é uma oportunidade para que “entrem em contato com o mistério do Natal”.
 
Convidaram a que “se recolham em um momento de oração ou de leitura das páginas bíblicas referentes ao episódio do nascimento de Jesus”.
 
4. Rezar a Novena de Natal
 
O Diretório sobre a Piedade Popular e a Liturgia indica que a Novena de Natal é um exercício de piedade valioso que ajuda a preparar o coração nos dias anteriores à celebração do nascimento do Menino Jesus.
 
Destacaram que é uma prática antiga que “nasceu para comunicar aos fiéis as riquezas de uma Liturgia à qual não tinham fácil acesso”.
 
A Novena de Natal começará no dia 16 de dezembro e terminará em 24 de dezembro.
 
5. Aprofundar-se nas leituras bíblicas que convidam à conversão
 
A Santa Sé recomendou aprofundar-se nas passagens bíblicas que são lidas durante o Advento, porque convidam à conversão “mediante a voz dos profetas e, sobretudo, de João Batista”.
 
Recordaram que “Deus mantinha, mediante as profecias, a esperança de Israel na vinda do Messias” e que “está solidamente enraizada no povo cristão a consciência da longa espera que precedeu a vinda do Salvador”.
 
6. Participar da oração da Coroa do Advento
 
O Vaticano indicou que a oração da coroa e acender as suas quatro velas se “tornou um símbolo do Advento nos lares cristãos”.
 
Destacaram que ao acender cada vela, correspondente aos quatro domingos do Advento, recorda-se “as diversas etapas da história da salvação antes de Cristo”.
 
Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/6-recomendacoes-da-igreja-para-viver-o-advento-71571
https://cleofas.com.br/6-recomendacoes-da-igreja-para-viver-o-advento/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *