Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 19,1-10

17 novembro 2020
Categoria
Liturgia diária
Comentários  0
Naquele tempo:
Jesus tinha entrado em Jericó
e estava atravessando a cidade.
Havia ali um homem chamado Zaqueu,
que era chefe dos cobradores de impostos e muito rico.
Zaqueu procurava ver quem era Jesus,
mas não conseguia, por causa da multidão,
pois era muito baixo.
Então ele correu à frente
e subiu numa figueira para ver Jesus,
que devia passar por ali.
Quando Jesus chegou ao lugar,
olhou para cima e disse:
‘Zaqueu, desce depressa! Hoje eu devo ficar na tua casa.’
Ele desceu depressa, e recebeu Jesus com alegria.
Ao ver isso, todos começaram a murmurar, dizendo:
‘Ele foi hospedar-se na casa de um pecador!’
Zaqueu ficou de pé, e disse ao Senhor:
‘Senhor, eu dou a metade dos meus bens aos pobres,
e se defraudei alguém, vou devolver quatro vezes mais.’
Jesus lhe disse:
‘Hoje a salvação entrou nesta casa,
porque também este homem é um filho de Abraão.
Com efeito, o Filho do Homem
veio procurar e salvar o que estava perdido.’
 
PALAVRAS DO SANTO PADRE
“Ir ter com o Senhor e dizer: ‘Tu bem sabes que te amo’. Ou então, se não tenho coragem, dizer assim: ‘Senhor, tu bem sabes que eu gostaria de te amar, mas sou tão pecador, tão pecadora’. Com a certeza de que ele fará como o pai com o filho pródigo que gastou todo o dinheiro nos vícios. Não te deixará acabar a conversa, com um abraço fará com que te cales: o abraço do amor de Deus”. (Santa Marta 8 de janeiro de 2016)
https://www.vaticannews.va/pt/palavra-do-dia/2020/11/17.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *