Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 11,42-46

14 outubro 2020
Categoria
Liturgia diária
Comentários  0
Naquele tempo, disse o Senhor:
Aí de vós, fariseus, porque pagais o dízimo da hortelã,
da arruda e de todas as outras ervas,
mas deixais de lado a justiça e o amor de Deus.
Vós deveríeis praticar isso, sem deixar de lado aquilo.
Aí de vós, fariseus,
porque gostais do lugar de honra nas sinagogas,
e de serdes cumprimentados nas praças públicas.
Aí de vós, porque sois como túmulos que não se vêem,
sobre os quais os homens andam sem saber.’
Um mestre da Lei tomou a palavra e disse:
‘Mestre, falando assim, insultas-nos também a nós!’
Jesus respondeu:
‘Ai de vós também, mestres da Lei,
porque colocais sobre os homens cargas insuportáveis,
e vós mesmos não tocais nessas cargas,
nem com um só dedo.
 
PALAVRAS DO SANTO PADRE
O mundo tem necessidade de homens e mulheres que não estejam fechados, mas repletos de Espírito Santo. Para além de falta de liberdade, o fechamento ao Espírito Santo é também pecado. Há muitas maneiras de fechar-se ao Espírito Santo: no egoísmo do próprio benefício, no legalismo, na falta de memória daquilo que Jesus ensinou, no viver a existência cristã não como serviço mas como interesse pessoal, e assim por diante. O mundo precisa dos frutos, dos dons do Espírito Santo. (SANTA MISSA NA SOLENIDADE DE PENTECOSTES 24 de Maio de 2015)
https://www.vaticannews.va/pt/palavra-do-dia/2020/10/14.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *