Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 11,47-54

15 outubro 2020
Categoria
Liturgia diária
Comentários  0

Naquele tempo, disse Jesus:
Ai de vós, porque construís os túmulos dos profetas;
no entanto, foram vossos pais que os mataram.
Com isso, vós sois testemunhas
e aprovais as obras de vossos pais,
pois eles mataram os profetas e vós construís os túmulos.
É por isso que a sabedoria de Deus afirmou:
‘Eu lhes enviarei profetas e apóstolos,
e eles matarão e perseguirão alguns deles,
a fim de que se peçam contas a esta geração
do sangue de todos os profetas,
derramado desde a criação do mundo,
desde o sangue de Abel até o sangue de Zacarias,
que foi morto entre o altar e o santuário.
Sim, eu vos digo: serão pedidas contas disso a esta geração.
Ai de vós, mestres da Lei,
porque tomastes a chave da ciência.
Vós mesmos não entrastes,
e ainda impedistes os que queriam entrar.’
Quando Jesus saiu daí,
os mestres da Lei e os fariseus começaram a tratá-lo mal,
e a provocá-lo sobre muitos pontos.
Armavam ciladas, para pegá-lo de surpresa,
por qualquer palavra que saísse de sua boca.

PALAVRAS DO SANTO PADRE
Até Jesus parece um pouco implacável contra esses doutores da lei, aos quais dirige palavras fortes. Diz palavras fortes e muito duras. “Vós apoderastes-vos da chave do saber, não entrastes e impedistes quantos queriam entrar, porque vos apoderastes da chave”, ou seja, da chave da gratuitidade da salvação, deste conhecimento (…) Mas a fonte é o amor; o horizonte é o amor. Se fechares a porta e te apoderares da chave do amor, não estarás à altura da gratuitidade da salvação que recebeste. (Santa Marta 15 de outubro del 2015)
https://www.vaticannews.va/pt/palavra-do-dia.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *