Quem escolher para padrinhos de Crisma?

4 novembro 2020
Categoria
Notícias
Comentários  0
Esse é um assunto já antigo, que também é tratado na Igreja Antiga.
É muito importante que, juntamente com os pais, os crismandos escolham uma boa madrinha ou um bom padrinho.
O padrinho de Crisma é sempre um cristão católico que leva uma vida correta e vive a sua fé de forma explícita. Por isso, não deve ser escolhido alguém, que nem sabe o que é fé. Não se deve escolher um padrinho pensando no presente caro poderia ganhar. O padrinho não precisa ser necessariamente algum parente. Poderá ser um jovem mais velho, comprometido com a Igreja Católica e que seja um exemplo para o crismando.
O padrinho de Crisma também não deve ser uma pessoa para acompanhar o jovem só no dia de receber o sacramento. O passeio agradável e os presentes são tão importantes para o Crisma como as bolas da árvore de Natal – ou seja, não são o essencial. Mas são bonitos. O padrinho deve, antes de tudo, acompanhar o seu crescimento, na vida e na fé. Deve, portanto, ser um pouco como uma espécie de “treinador do amor de Deus”.
Durante o rito da Crisma, para expressar e assumir este papel diante de toda a comunidade cristã, a madrinha ou padrinho ficam um pouco atrás do crismando e colocam a mão no seu ombro.
Os requisitos formais para os padrinhos são:
 
a) Ser maior de 16 anos;
b) Ser batizado e crismado;
c) Pertencer à Igreja Católica;
d) Ter uma vida vivida na fé e na realização de boas obras.
 
Fonte: Pref Felipe Aquino / https://cleofas.com.br/quem-escolher-para-padrinhos-de-crisma/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *